Como usar o Óleo Vegetal Natural

Utilizado para saúde, estética e culinária o Óleo Vegetal Natural é a parte oleosa das plantas, por isto é importante que ele seja 100% natural e puro. Alguns óleos por exemplo são extraídos do caule das plantas, outros são extraídos da semente e assim por diante. Por isto existem tantas opções e tipos de aplicações para o uso do óleo vegetal.

Quando sua extração é feita adequadamente sem adição de componentes químicos ou calor, as propriedades da planta são conservadas, beneficiando assim nosso corpo.

Principais funções do Óleo Vegetal

 Existem Diversos Tipos de óleos, o óleo de girassol por exemplo que é extraído da semente e possuí aroma neutro. Existem óleos como o de linhaça com um cheiro bem predominante e dentro do universo dos óleos encontramos uma infinidade de propriedades medicinais e cosméticas que podem nos ajudar no dia a dia.

Tratamento Capilar: O óleo de Argan é um excelente reparador de pontas. Além disso óleos como ojon e jojoba são restauradores dos fios podendo ser utilizados em hidratações e umectações dos fios.

Tratamento de Pele: Alguns óleos podem substituir anti-rugas como é o caso do sangue de dragão, outros são excelentes no combate a acne e podem ser utilizados diariamente ou em mascaras faciais e corporais.

Massagem: O óleo vegetal natural associado aos óleos essenciais ganha novos aromas e substituí o óleo mineral, tornando a massagem um momento mágico onde as propriedades dos óleos se combinam e emprestam suas propriedades ao massagista.

Alivio de Dores: Massagens e compressas com óleo vegetal são grandes aliados no combate a dores persistentes que não possuem tratamento ou dores por esforço muscular.

Uso Culinário: Existe uma variedade de óleos vegetais que podem ser utilizados para temperar ou cozinhar. para consumir com segurança é importante certificar-se de que consta na embalagem do produto as informações nutricionais do mesmo e lembre-se, apenas alguns óleos vegetais podem ser aquecidos o óleo de coco é um exemplo.

Óleo Vegetal para Uso Culinário

 

Óleos para Temperar: Como a extração do óleo vegetal geralmente acontece através de prensagem a frio eles são excelentes para temperar saladas, lanches ou temperar a comida já no prato, escolha seu sabor favorito e certifique-se de que trata-se de um produto envasado para consumo interno, óleos como prímula e cartamo são ótimos para as mulheres e alguns óleos como linhaça, macadâmia, cartamo e abacate que auxiliam no controle de colesterol e perda de peso.

Óleos para cozinhar: São poucos os óleos que podem ser aquecidos sem perder as propriedades e o óleo de amendoim, abacate e também o óleo de coco são os mais indicados para serem utilizados em receitas substituindo outros tipos de gorduras e garantindo que você consuma um alimento rico em antioxidantes, proteínas e vitaminas já que podem chegar a altas temperaturas sem queimar ou perder suas propriedades.

 

Óleo Vegetal e os Tipos de Pele

Escolha com cuidado a o óleo que utilizará, pois cada óleo possuí diferentes propriedades e cada tipo de pele reage de determinada forma a estas propriedades.

Pele com Acne:

A oleosidade na pele não é o único a causar o surgimento de acnes. A má alimentação intoxica o organismo promovendo o aumento da acne como forma de desintoxicar o sangue  e para tratar desse problema o melhor são os óleos desintoxicantes. E na família dos óleos vegetais destacam-se o óleo de copaíba, a seiva sangue de dragão, e óleo de jojoba, castanha e rosa mosqueta.

 

Pele Envelhecida:

Com o passar do tempo a pele perde a elasticidade e a melhor forma de manter a pele elástica e jovem é hidrata-la e nutri-la com antioxidantes por isto o óleo de rosa mosqueta, abacate, camomila e buriti são ótimos no combate as rugas e a seiva sangue de dragão e é ótimo para mascaras pois possuí efeito Lifting na pele das mãos e do rosto.

Celulite e Estrias :

As estrias e as celulites acontecem por diversos fatores e um deles é a desidratação da pele e o outro é a intoxicação dos tecidos, por isso óleos como arnica e baru são ótimos no combate e manutenção da pele.

 

 

Outros tipos de pele: acesse nosso site e navegue através dos filtros.

 

Óleos Vegetais e os Tipos de Cabelos

O óleo vegetal é o principal ingredientes de diversos produtos para tratar os cabelos e utiliza-lo puro garante cabelos bem cuidado além de ser uma ótima opção para nosso bolso e também para a saúde do nosso couro cabeludo.

Queda, Favorece o crescimento :

Para combater a queda e estimular o crescimento o óleo de mamona também conhecido como Ricino é o melhor. Devido as suas propriedades adstringentes ele limpa o bulbo capilar, nutre e desintoxica ao mesmo tempo.

 

Secos ou Danificados :

 

Quanto mais dourado a cor do óleo melhor para os cabelos secos. Abacate, Argan, Açaí, Amêndoa, Andiroba, Ojon, e uma infinidade de outros óleos.

 

Caspa e Seborreia:

Os óleos de Alecrim e Abacate são excelentes no combate a caspa e garantem que os fios não percam a oleosidade com a maioria dos anti-caspas.

 

Quimicamente Tratados:

Os óleos de Jojoba, Ojon, Bacabá e as Manteigas de Cacau e Karité são ótimas para recuperar os fios de cabelos quimicamente tratados e ajudam o cabelo a manter a saúde mesmo na fase em que a química deixou de agir.

 

Seja qual for seu tipo de pele ou cabelo certifique-se que não possuí alergia a planta que dá origem ao óleo vegetal que você escolheu.

 

Formas de Uso

Hidratação Capilar:

Conhecida como Umectação esta hidratação é bem simples e os resultados são surpreendentes. O primeiro passo é escolher um óleo que se adeque ao seu tipo de cabelo.

 

 

Passo 1: Com os cabelos secos e a ajuda de um pouco de algodão, umedeça bem os os fios do cabelo co o óleo vegetal escolhido e na sequencia desembarrasse os cabelos.

Passo 2: Com o cabelo desembaraçado penteie mexa por mexa secando os cabelos com o vapor quente secador. Abafe com uma touca de banho e uma toalha e deixe agir por 30 minutos.

Passo 3: Lave bem os cabelos com água fria e de preferência a shampoos e condicionadores naturais, sem parabenos e lauril.

 

Cosmético Natural:

Aplicar o óleo vegetal escolhido na pele devidamente limpa preferencialmente a noite. Caso a aplicação tenha sido facial, lembre-se de lavar o rosto com sabonete vegetal pela manhã.

 

 

Massagem:

Os óleos mais utilizados para massagem são aqueles que possuem aroma neutro e também são abrangentes a todos os tipos de pele destacando-se os óleos de girassol, semente de uva, arroz e gergelim.

 

Para Alivio de Dores:

Aplicar o óleo vegetal adequado para seu tipo de dor (muscular, circulatória ou óssea) com movimentos circulares e exercendo leve pressão com o intuito de através do atrito aquecer levemente o óleo facilitando sua absorção pela pele.

 

Atenção, evite a exposição solar da sua pele quando estiver utilizando óleo vegetal. O óleo puro pode manchar tecidos como fronhas e toalhas. Espere a pele absorver todo o óleo e estar bem seca antes de vestir-se.

Os óleos vegetais são a base de diversos cosméticos naturais e produtos de higiene pessoal. Além disso podem ser misturados aos óleos essenciais em máscaras capilares e massagens já que os óleos essenciais possuem aroma marcante e carregam em cada gota todas as propriedades da planta.

 

Principais Óleos Vegetais

 

Óleo de Abacate –Persea americana

Contém: vit. A, B, D, E, H e K.

Característica: ótima penetração na pele, nutrindo e protegendo.

Indicação: pele seca, rachada e envelhecida.

 

Óleo de Amêndoa –Prunus armygdalus

Contém: 1% de ácido graxo essenciais.

Característica: boa penetração considerado balsâmico.

Indicação: para todos os tipos de pele.

 

Óleo de Andiroba – Carapa guaianensis

Característica: A  árvore  de  Andiroba  cresce  na  Floresta  Amazônica. Caboclos  da  região amazônica  produzem  sabonetes  medicinais  com  o  óleo  de  Andiroba.

Indicação: As  substâncias  contidas  no óleo  são  altamente  anti-inflamatórias, contendo também  vários  componentes  que  promovem  a  repelência  de  insetos. Como  propriedades  terapêuticas  é  ainda  emoliente,  anti-séptico,  anti-inflamatório  cicatrizante, formador de filme oclusivo e regenerador de tecido cutâneo.

 

Óleo de Avelã –Corylusavallana

Contém: vitamina A e E.

Característica: ótima absorção, leve ação adstringente, retarda a cicatrização.

Indicação: pele envelhecida, estrias, celulite.

 

 Óleo de Calêndula – Calêndula officinalis

Indicação: Tem ação anti-inflamatória, emoliente,  anti-séptica,  calmante  e  cicatrizante. Pode ser usado no tratamento de  queimaduras  e inflamações,  estimulando  a  formação  de  tecidos. Também utilizado para problemas femininos, TPM e menopausa.

 

Óleo de Castanha do Pará – Bertholletia excelsa

Contém: ácidos graxos insaturados, além de proteínas, sais minerais e vitaminas A, B.

Característica: Óleo obtido da prensagem das nozes da castanha-do-pará

Indicação: para  tratar  cabelos secos, deixando-os  sedosos e com brilho, intensifica a coloração em cabelos pretos. Na pele, proporciona maciez,  suavidade e  evita o ressecamento lubrificando-a.

 

Óleo de Cenoura – Daucus carota

Contém: Rica em vitamina A, B1, B2  e B2, minerais e Beta Caroteno.

Característica: Protege da  exposição aos  raios solares  intensos,  proporcionando um  bronzeamento  seguro  e  homogêneo.

Indicação: É emoliente e calmante tópico,  sua  absorção  cutânea  é rápida e  completa. Restaura  a elasticidade  e  tonifica  a  pele. Reduz  as  rugas  prematuras,  eczemas  e  psoríases.

 

Óleo de Coco –Cocos nucifera

Contém: alto valor nutritivo.

Característica: propriedade hidrofílica e solidifica em temperatura ambiente.

Indicação: pele seca e envelhecida.

 

Óleo de Copaíba – Copaifera sp

Contém: . Contém sesquiterpenos em sua composição.

Característica: O  óleo  de  Copaíba  é  obtido  do  tronco  da  árvore por meio  de  uma  incisão. Coloração  amarela até o  marrom escuro, é  viscoso e  possui  odor peculiar

Indicação: Efeito germicida  fazendo  com  que  as  infecções  sejam  evitadas. Antiinflamatório de uso tópico.

 

Óleo de Gérmem de Trigo –Triticum sativum

Contém: vitamina A, D e E, lecitina, caroteno, enzimas, diversos óleos graxos saturados.

Característica: ótima penetração, não deixa a pele oleosa.

Indicação: diversos distúrbios da pele, psoríase, eczema e pele seca.

 

Óleo de Girassol –Helianthus anuus

Contém: lecitina, vit. E e 60% de ácido linoléico.

Característica: baixo custo, ótimo para massagem.

Indicação: ação antioxidante, atua nas funções reprodutoras, hipercolesterolemia e esclerose múltipla. Topicamente, emoliente e epitelizante.

 

Óleo de Jojoba –Simmondsia chinensis

Contém: ácidos graxos e glicerol.

Característica: solidifica abaixo de 11 graus, não oxida, não rança, fator de proteção sola 4, boa penetração na pele e antiinflamatório.

Indicação: psoríase, eczema, todos os tipos de pele.

 

Óleo de Gergelim –Sesamum indicum

Contém: 48% ácido linoléico, lecitina, antioxidantes.

Característica: fator de proteção sola 4, propriedades epitérmicas, desintoxicante, cicatrizante.

Indicação: reumatismo, artrite, câimbra muscular e má circulação sanguínea.

 

Óleo de Macadâmia –Macadamia integrifolia

Contém: 20% ácido palmitoléico.

Característica: equilibr0a internamente os níveis de HDL e LDL, taxa de açúcar e facilita a quebra de gordura.

Indicação: pele envelhecida

 

Óleo de Oliva – Olea europaea

Contém: 12% ácido linoléico

Característica: desintoxicante, desinfetante, tem ação hiperêmica.

Indicação: dores musculares, reumatismo e distúrbios no baixo ventre. Ótima utilização em massagens.

 

Óleo de Rosa Mosqueta – Rosa Rubiginosa

Contém: vitamina E e ácido linoléico.

Característica: regenerador celular, promove elasticidade, antiinflamatória e nutritiva.

Indicações: psoríase, pele seca, queimaduras, cicatrizes e feridas crônicas.

 

Óleo de Semente de Uva –Vitis vinifera

Contém: vitamina E e ácido linoléico.

Característica: consistência menos gordurosa, adstringente e antioxidante.

Indicação: massagem em superfícies maiores, diminui celulite e estrias.

Facebook Comments
yuzo_related_post_metabox:
a:1:{s:21:"yuzo_disabled_related";N;}
  • Investmais Cursos

    Muito interessante!
    Outra coisa que eu fiz e transformou a minha vida e a minha saúde foi a hidrocolonterapia.

Log in